O Barcelona confirmou que vai apelar contra a decisão de emitir Luis Suarez com uma proibição de dois jogos que o afastará da final da Copa del Rey.

O avançado foi oficialmente entregue uma suspensão de dois jogos pela Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) na quinta-feira como resultado do cartão vermelho que recebeu na segunda mão das meias-finais contra o Atlético de Madrid na terça-feira.

O internacional uruguaio recebeu uma segunda reserva nas fases finais do empate 1-1 no Camp Nou, depois de um choque com o meio-campista do Atlético, Koke.

O juiz do Comitê de Competição, Francisco Rubio, determinou que Suarez deve enfrentar uma suspensão de uma partida para sua demissão e um segundo por não deixar a área técnica da Barca depois de ter sido expulso.

Falando após o incidente, Suarez - que marcou o golo de abertura para ajudar seu lado a uma vitória total de 3-2 - alegou que não tinha sido oferecido qualquer explicação pelo árbitro Jesus Gil Manzano sobre o porquê do segundo amarelo foi concedido.

"Eu ri da minha expulsão, é algo que você pode ver vindo", disse ele a Gol.

"É o que o árbitro queria, estou indignado, não foi nem uma falta.

"O árbitro não me deu nenhuma explicação, como sempre."

Em melhores notícias para o Barça, o recurso de Sergio Busquets contra o seu cartão amarelo por desperdiçar tempo foi bem sucedido, o que significa que ele será capaz de jogar na final contra Alaves.

 

Busquets foi marcado para chutar a bola, mas o Barça havia afirmado que o meio-campista estava simplesmente tirando uma bola extra do campo.